Estude na Austrália (Melhores etapas para admissão) (pontos a serem considerados para uma inscrição bem-sucedida)

Neste artigo, forneceremos algumas informações detalhadas sobre os procedimentos que você deve seguir ao se inscrever para universidades australianas.

A primeira coisa que você deve fazer é solicitar os formulários de inscrição das universidades para as quais pretende se inscrever. Faça esta solicitação pelo menos 12 meses antes da data de admissão proposta. A seguir expomos 3 vias comuns de se obter os formulários de inscrição:

1. Solicitação de formulários de inscrição por de e-mail: Você pode solicitar os formulários de inscrição no site da universidade. A maioria das universidades tem um formulário em seu site que pode ser preenchido online para solicitar o material de inscrição.

2. Baixe no site da universidade: Muitas universidades têm nos seus websites, uma versão para download e pronta para imprimir de seus formulários de inscrição. Estes podem ser usados ​​como formulários oficiais aceites pelas universidades.

3. Obtenha inscrições através de representantes das universidades: Você também pode obter os formulários de inscrição de representantes autorizados de universidades australianas no consulado da Austrália.

Requisitos Adicionais

Aqui estão alguns materiais que provavelmente você será solicitado a anexar:

Resultados Académicos

As transcrições ou registros oficiais de suas qualificações acadêmicas anteriores, são cruciais para a inscrição.

Os candidatos que se inscrevem para admissão devem apresentar um histórico escolar oficial de cada faculdade ou universidade que frequentaram após o ensino médio, com detalhes completos das disciplinas, créditos envolvidos e outros detalhes como cursos por correspondência, diplomas etc.

Se os originais não estiverem em inglês, devem ser anexadas cópias e traduzidas para inglês.

Certificado de Proficiência em Inglês

IELTS: Para a maioria dos cursos e universidades, os alunos internacionais são obrigados a fazer o IELTS (Teste Internacional de Língua Inglesa), que é administrado regularmente pelo British Council. Mas algumas universidades podem aceitar o TOEFL como alternativa.

Carta da Instituição: Algumas universidades podem dispensar o IELTS/TOEFL se você tiver uma carta da instituição em que você estudou anteormente, mencionando que você estudou em inglês naquela instituição e que eles estão convencidos de que você é proficiente em inglês.

GMAT: Para a maioria dos cursos de Gestão, os estudantes internacionais são obrigados a fazer o GMAT (Graduate Management Admission Test).

Nate:

1) O IELTS é obrigatório para o visto australiano para residentes de países como Moçambique, ou seja o IELTS é indispensável.

2) A maioria das universidades australianas não exige o GRE para admissão em cursos de pós-graduação. No entanto, é aconselhável anexar uma cópia deste exame se você realizou e se saiu bem no teste.

Histórico de trabalho

Na Australia, alguns cursos profissionais e vocacionais exigem experiência de trabalho relevante. Por exemplo, muitos MBAs ou cursos de mestrado em estudos da informação requerem pelo menos alguns anos de experiência de trabalho. A maioria das universidades australianas são bastante rigorosas quanto a isso.

Um currículo detalhado é uma parte importante da sua inscrição. Deve incluir todas as informações de experiência de trabalho profissional, juntamente com detalhes como cargos ocupados, realizações e actividades que realizava.

Carta de recomendação

As cartas de referência ou cartas de recomendação desempenham um papel muito importante na sua admissão, especialmente em cursos que conferem a você um Mestrado ou Doutoramento. Uma carta de recomendação é uma declaração assinada por uma pessoa que o conhece bem profissionalmente ou que lhe ensinou um assunto relacionado ao curso para o qual você está se inscrevendo. Esta pessoa, deve listar as suas qualidade, pontos fortes e outras informações.

Na carta de recomendação, o autor ou professor deverá indicar o seu cargo e o tempo no qual conhece o candidato. Ele/ela deve discutir brevemente a necessidade, importância e utilidade do estudo que o candidato se propõe a realizar. Os autores geralmente são solicitados a classificar os candidatos em suas cartas de recomendação, o que ajuda os oficiais de admissão a interpretar as credenciais acadêmicas dos estudantes estrangeiros. Os alunos devem obter cartas de recomendação (geralmente nos formulários prescritos enviados pelas instituições) de professores que os conheçam tanto como pessoa quanto como estudante.

Muitas universidades têm seu próprio formato e perguntas que devem ser respondidas pela pessoa que está enviando a carta de recomendação em seu nome. As cartas, que não fornecem informações suficientes, podem prejudicar as chances de seleção do candidato.

Nota: Mesmo que não seja mencionado, é aconselhável incluir pelo menos duas cartas de recomendação em suas inscrições, pois elas aumentam as suas chances de ser admitido.

Declaração de Propósito

A carta de apresentação e/ou declaração de propósito também desempenha um papel muito importante no processo de avaliação de sua inscrição, tanto para admissão quanto para auxílio financeiro, porque dá ao corpo docente que avalia a sua inscrição, a impressão mais significativa de você como indivíduo.

Uma carta de apresentação deve incluir as razões para a escolha do curso em causa, sua área de interesse, a adequação de sua educação e experiência para este curso e seus objetivos pessoais e futuros.

Além dos requisitos acima, os estudantes que se inscrevem em um programa de pesquisa de pós-graduação também devem apresentar os seguintes documentos:

  • Proposta de pesquisa detalhada
  • Resumos, publicações de pesquisa, etc.

O comitê de admissão também pode exigir cartas de recomendação especial de professores da instituição acadêmica onde você estudou anteormente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *